Enviando Formulário...

Dia 22 de agosto, comemoramos no Brasil o Dia do Folclore. Apesar de muitas vezes lembrarmos das mitologias grega e nórdica, temos um acervo riquíssimo de personagens e histórias daqui. E na arte, uma das principais representações, é a obra “A Cuca”, de Tarsila do Amaral, que será tema deste artigo de hoje. 

A Cuca: origem da mitologia 

Para começar, vamos falar um pouco sobre como surgiu a lenda da Cuca, que curiosamente tem muito a ver com o Manifesto Antropofágico, do qual Tarsila do Amaral fez parte. Isso porque a personagem, segundo o folclorista Luís Câmara Cascudo, já existia na península ibérica. Contudo, era bem diferente daquela que conhecemos por aqui. 

Segundo a lenda de lá, ela era uma mulher idosa, assustadora e que praticava maldades, como sequestrar as crianças desobedientes. Então ela andava pelas ruas e espionava as casas que tivessem alguma criança que não estivesse dormindo cedo ou que desobedecesse às ordens dos pais. A lenda se contava para que as crianças ficassem com medo e fossem sempre obedientes. 

Porém, esta não era a única lenda referente a ela. Por exemplo: a citada por Câmara Cascudo diz que sua origem está em Portugal. Lá a chamavam de Santa Coca, aparecendo regularmente nas procissões da província do Minho. Nessa província, coca era o nome de uma abóbora que era perfurada em várias partes, inserindo-se velas nela, como vemos hoje no Halloween norte-americano. 

A lenda chegou ao Brasil durante a colonização, mas com as mesmas características da primeira versão. Posteriormente ela ganhou a forma e as características que conhecemos (a mulher com feições de jacaré e cabelos loiros) por conta do Sítio do Pica Pau Amarelo, de Monteiro Lobato. A única semelhança foi a maldade, que se manteve em ambas.  

A Cuca de Tarsila do Amaral 

Tarsila do Amaral tinha ido para a França em 1920, voltando dois anos depois e participando da Semana de Arte Moderna de 22 e indo para Paris no mesmo ano. A obra foi feita em 1924 e para muitos é o embrião do que viria a ser o Manifesto Antropofágico.  

A Cuca, de 1924

Para quem não conhece o conceito, basicamente a ideia era “devorar” a cultura e as técnicas importadas e provocar sua reelaboração com autonomia e características brasileiras, transformando o produto importado em exportável. E como citamos acima, a própria história da Cuca, já era de certa forma assim, pois pegamos uma história de fora e demos a ela características próprias. 

Já no caso da obra de Tarsila, após fazê-la, escreveu para sua filha para contar sobre. Ela contou mais detalhes, descrevendo assim a pintura: “Estou fazendo uns bichos bem brasileiros que têm sido muito apreciados. Agora fiz um que se intitula ‘A Cuca’. É um bicho esquisito, no mato com um sapo, um tatu e outro bicho inventado”. 

Sobre a obra 

Trata-se de um óleo sobre tela e traz elementos que o caracterizam como sendo do movimento modernista. Por exemplo: ela pinta os animais e a natureza de formas diferentes do que estamos acostumados. Ela não se preocupa em manter a proporção entre eles, tanto que é possível notar que todos são de tamanhos desproporcionais em relação às plantas. 

Além disso, como ela mesma citou, temos um animal inventado, que mostra uma despreocupação com retratar a realidade, como era comum nos movimentos clássicos, predominantes por aqui. Já as cores são alegres, pois ela busca trazer algo que remetesse ao Brasil com elas. Além disso, as imagens e as matizes das cores, tem a intenção de mostrar algo que nos remeta à infância. 

Curiosidades 

A obra sem dúvida traz um tema brasileiro e pode ser considerada uma das principais representações do nosso folclore. No entanto, infelizmente “A Cuca” não está em nenhum museu brasileiro (e não foi possível encontrar registros de vindas recentes dela ao país).  

A explicação é que, ainda em 1926 a tela foi adquirida pelo Fonds National d’Art Contemporain da França em 1926 e posteriormente depositada no Musée de Grenoble, em 1928, onde está até hoje. Ela foi pintada no mesmo ano da obra “Carnaval em Madureira”, então pode-se considerar que esta obra integra a fase “pau-brasil” de Tarsila do Amaral. 

Uma coisa que chamou muita atenção na obra, é a árvore com folhas em forma de coração, pois apesar de buscar trazer elementos que destaquem a brasilidade, não temos no país árvores nativas com essa característica. As mais comuns são o Redbud oriental, catalpa do norte, tília americana e a árvore da princesa, sendo as três primeiras comuns da América do Norte e a última da Ásia. 

Aprenda pintura na ABRA 

Gostou destas curiosidades? E que tal se fosse possível fazer um curso acadêmico completo, com acompanhamento individualizado, no conforto e segurança de sua casa? O curso online “Pintura Acadêmica: Formação Completa” da ABRA é o mais completo no mercado. 

Conheça agora mesmo os benefícios e metodologia do curso clicando aqui e faça sua matrícula agora mesmo!

×

Curioso(a) para desvendar os segredos da Inteligência Artística? Nosso e-book exclusivo, "EXPLORANDO O MUNDO DA IA - INTELIGÊNCIA ARTÍSTICA," está repleto de insights e conhecimentos profundos sobre como a IA está transformando o cenário artístico.

Queremos compartilhar esse tesouro de informações com você!

Basta preencher o formulário abaixo para baixar o e-book e começar a jornada de descoberta:

Mas espere, há mais! Além de receber seu e-book, convidamos você a mergulhar em nossos cursos que abrangem a interseção empolgante entre a criatividade e a IA. Prepare-se para expandir seus horizontes e criar de maneira inovadora.

Não perca a oportunidade de explorar a IA e suas possibilidades artísticas. Preencha o formulário e desbloqueie o acesso ao e-book e ao mundo de criatividade que o espera!

×

Regulamento da Campanha – ABRA.ia – Inteligência Artística

ABRA IA – Inteligência Artística

Em uma era digital mergulhe na sua criatividade
Período 01/08/2023 até 30/09/2023

 

1. Bolsas de estudo integrais para indicações:

Os participantes que comprarem um curso presencial e indicarem outra pessoa que também efetuar a compra de um curso presencial serão elegíveis para receber uma bolsa de estudo integral para um curso rápido de sua escolha de acordo com disponibilidade de vagas e datas de início.
Tanto o participante que realizou a indicação quanto o indicado à bolsa de estudo. A bolsa de estudos será concedida após a confirmação do pagamento e matrícula dos dois participantes indicados. Os ganhadores receberão um comunicado da escola informando a disponibilidade da bolsa, assim como os cursos disponíveis e datas de início para a escolha. 

 

2. Compre e Leve: curso de História da Arte online:

Os participantes que adquirirem o Kit de material da ABRA terão como brinde um curso online de História da Arte. O curso online será disponibilizado em até 3 dias úteis após a confirmação do pagamento do Kit de material, a) caso a aquisição seja de um curso de história da arte, deve ser oferecido outro curso equivalente.

 

3. Desconto de 60% em todos os cursos online:

Durante o período da campanha, todos os cursos online terão um desconto de 60% sobre o valor regular.Os participantes poderão se inscrever em quantos cursos online desejarem com o
desconto aplicado. 

 

4. Compre um curso e ganhe outro:

Os 200 primeiros participantes que adquirirem cursos online, terão como brinde acesso a um segundo curso à sua escolha que deverá seguir alguns critérios que são: a) é limitado a 1 curso por pessoa b) a campanha se estenderá até atingir o número de pessoas da estipulado, não tendo prazo definido para encerramento c) caso no período de 60 dias correspondentes a campanha não atinja a quantidade de 200 participantes todos que adquiriram serão contemplados d) é de responsabilidade do participante acompanhar seu e-mail para receber as informações relativas à campanha e) a ABRA não se responsabiliza com a perda de informações enviadas f) o participante que não enviar a opção de curso até a data estabelecida terá seu benefício cancelado. g) o e-mail solicitando a escolha do seu próximo curso será enviado em até 7 dias úteis após a confirmação do pagamento do primeiro curso, através do e-mail disponibilizado na hora da compra h)O acesso ao segundo curso só será disponibilizado após o envio da escolha do curso que siga os critérios descritos neste parágrafo. i) o
prazo para receber o acesso dos cursos é 30/09/2023 j) lista com todos os ganhadores será disponibilizada apenas no fim da campanha. É de responsabilidade do participante acompanhar seu e-mail para receber as informações relativas à campanha. O prazo de resgate da oferta é de 60 dias.

 

5. Bolsa integral de curso online para ação social:

A cada curso presencial adquirido, a ABRA vai disponibilizar uma bolsa integral do curso online História da Arte para um aluno matriculado na rede estadual de ensino médio. A seleção dos alunos beneficiados será realizada em parceria com instituições de educação parceiras. As bolsas serão disponibilizadas ao final da campanha para a instituição de ensino escolhida.