Aquarela: tudo sobre esta técnica - ABRA Academia Brasileira de Arte -

Você

Ainda Tem:

dias
1
1
horas
1
9
minutos
3
4
segundos
0
1

50% OFF

Até Dia 30 de Abril

Artigos

Aquarela: tudo sobre esta técnica

Todo mundo já experimentou pintar com aquarela algum dia!

Seja na escola, na arte amadora ou profissional, a aquarela é uma das técnicas dos artistas; motivo de uma das músicas mais famosas da MPB, do grande compositor Toquinho, com excelente aceitação entre as crianças.

Porém, você já parou para se perguntar como uma aquarela é feita? Quais são os ingredientes? Em que momento começou a ser usada? Esse texto vai contar um pouquinho da história desta técnica milenar de pintura.

Origem e primeiros tipos

Há controvérsias a respeito da origem da Aquarela. Enquanto alguns dizem que os primeiros a utilizarem foram os chineses, outros afirmam que foram os egípcios. Entretanto, há um consenso de que a técnica surgiu por volta do século II a.C., ou seja, há aproximadamente 2 mil anos. De acordo com o site Grafitti, o famoso “Livro dos Mortos” egípcio é o mais importante registro de aquarela da antiguidade.

Independentemente do local exato onde começou, o fato é que a aquarela logo se espalhou pelo mundo. Sua facilidade de fabricação e aplicação, assim como as diversas possibilidades de pigmentação certamente contribuíram para a popularização da técnica.

A tinta aquarela nada mais é do que uma tinta com base de água, um aglutinador e um pigmento (falaremos sobre a composição mais à frente). Por isso, traz muitas possibilidades e sempre foi produzida ao redor do mundo. Curiosamente, hoje há uma certa dificuldade das empresas em ter acesso às matérias-primas, o que tem causado inclusive uma diminuição na oferta do produto. De qualquer forma, é uma tinta que dá até para fazer uma versão caseira. Ainda mais importante que a tinta em si é ter domínio sobre a técnica, afinal, a aquarela requer alguns cuidados e papéis especiais resistentes à água.

Composição da Aquarela

No processo de fabricação da aquarela costuma-se usar mel, glicerina e um biocida para finalizar a receita. De todas as opções de aglutinador, o mais comum é a goma arábica, matéria-prima muito comum em cosméticos, medicamentos, adesivos e até na indústria culinária. Uma das grandes vantagens da goma arábica é a compatibilidade desta com a água: é totalmente solúvel. Sendo assim, a mistura é simples e não necessita de muito preparo.

Por fim, o que vai determinar a cor e o tipo da aquarela é o pigmento utilizado. Se lá nos primórdios plantas moídas faziam esse papel, hoje temos 3 categorias de aquarela:

  • Inorgânicas ou Minerais: Usam pigmentos de origem mineral. As mais famosas são Cobalt, Cadmium, Ochre, Earth, Sienna e Umber
  • Orgânicas Naturais: São feitas a partir de plantas e animais. Por causa da extinção de algumas espécies tem sido cada vez menos utilizadas, porém o PBk9, obtido a partir da queima de ossos animais, ainda é muito popular.
  • Orgânicas Sintéticas: Construídas a partir da manipulação de elementos químicos, destacam-se pelo brilho e durabilidade.

Faça sua receita caseira

É possível fazer uma aquarela em casa. A receita, extraída do site Follow The Colours, é simples e não requer muitos ingredientes. Então vamos lá:

Ingredientes

  • ½ xícara de bicarbonato de sódio
  • ¼ xícara de amido de milho
  • ¼ xícara de vinagre branco
  • 1 colher de chá de xarope de milho
  • Corante alimentício (anilina);

Modo de Preparo

  • Faça a mistura em uma área sem tapetes, longe de objetos valiosos ou que manchem com facilidade;
  • Misture o bicarbonato de sódio e o vinagre primeiro. A mistura vai parecer uma efervescência. Continue mexendo até que pare (misture esses ingredientes na pia, pois pode borbulhar);
  • Adicione xarope de milho e amido de milho à mistura. Mexa bem até que o amido dissolva;
  • Despeje a mistura na bandeja de forminhas de gelo. Encha cada compartimento apenas até a metade;
  • Adicione gotas de corante alimentício em cada compartimento com as cores que desejar. Se você está usando apenas as primárias, vai precisar misturar alguns tons para criar uma paleta maior. Ao combinar as cores, primeiro use apenas algumas gotas e continue adicionando até chegar na coloração que deseja;
  • Coloque o recipiente das tintas em um local seco e arejado para secar. O tempo de secagem vai variar de acordo com a temperatura ambiente e isso pode demorar até dois dias. Ache um local que não seja muito úmido, isso pode acelerar o processo de secagem da tinta;
  • Depois de seca, encha um copo com água limpa. Use essas tintas do mesmo modo que usaria aquarela normal: molhe seu pincel na água antes de passar na cor escolhida, passe-a no papel e espere secar como de costume.

Como utilizar a tinta aquarela

Existem alguns truques muito importantes na hora de usar a aquarela. Antes de mais nada, saiba que esta é uma das técnicas que mais exige paciência e domínio do artista. Após a aplicação, é necessário esperar que a tinta seque completamente. Qualquer esbarrão pode ser fatal para a sua obra, que ficará irremediavelmente borrada.

Outra dica muito importante na hora da aquarela é a diluição correta do pigmento na água. Principalmente se você for inexperiente, opte por diluir bem a tinta e trabalhar com tons bem claros. Lembre-se que é possível intensificar uma cor que não esteja muito forte, porém não dá para diluir a tinta depois de aplicada à tela ou papel. Ainda sobre dicas de utilização de aquarela, muito cuidado com o local no qual fará sua pintura. Caso haja muito vento, a tendência é que a tinta se espalhe e estrague a sua obra.

Cursos de Aquarela na ABRA

Gostou de conhecer mais sobre a Aquarela? Que tal estudar mais a fundo sobre isso?

Os cursos de aquarela da ABRA são indicados tanto para quem não tem experiência nenhuma, quanto para aqueles que já trabalham com a técnica e gostariam de aprimorar. Você vai aprender as principais técnicas e recursos, desde uma introdução ao Desenho, conhecimento dos materiais: tintas, pinceis, papeis e acessórios auxiliares; como utilizar esses materiais de forma adequada; aplicar volumes em objetos; preparar as cores, efeitos e texturas, bases indispensáveis para a produção dos grandes temas da arte, como Natureza Morta, Paisagem Rural, Marinhas, Retratos e Figura Humana.  Além disso, esse conteúdo será muito útil para ilustradores que buscam um estilo próprio por meio da Aquarela e Técnicas Mistas.

Nossos cursos são destinados a estudantes de artes plásticas, quadrinhos, ilustração, design de produto, design gráfico e qualquer pessoa que tem interesse em aprender ou aperfeiçoar a técnica da Aquarela, mesmo sem nenhuma experiência anterior.

Agora que já aprendeu sobre e técnica, inscreva-se e entre para o fantástico mundo da Aquarela!

Pré-requisitos: Nenhum.

Idade mínima: 14 anos.