Enviando Formulário...

Os mangakás em geral usam as mais variadas referências para criar suas obras. Desde fatos históricos, passando por mitologia, distopia, entre outros. E claro, a moda não poderia ficar de fora dessa lista. Temos obras tendo como pano de fundo, mas talvez nenhuma tenha atingido o sucesso de Jojo’s Bizarre Adventure atingiu dentro da alta costura.

O que chama mais atenção é que falamos de um seinen (obra voltada para o público masculino adulto), mas que por conta das inspirações do autor Hirohiko Araki para sua criação, se tornou até mesmo referência de coleções e colaborações com grandes marcas mundiais.

As muitas inspirações para criar Jojo’ Bizarre Adventure 

Para quem é familiarizado com a cultura pop, como música e moda, o mangá é um festival de referências. Mas isso não ocorre por acaso ou pelo autor simplesmente achar os nomes interessantes.

Na verdade, Hirohiko Araki é um grande fã da cultura pop e faz questão de usar suas referências dentro de sua obra. E isso chamou atenção até pela época em que o mangá começou a ser serializado, no ano de 1984.

Para quem não conhece a história, ela acompanha a saga da família Joestar ao longo de diversos períodos da história, primeiramente lutando contra o grande vilão da série, Dio Brando e depois com os mais variados antagonistas.

A obra começa ambientada no ano de 1888 e seguiu para o começo do século XX, chegando até o período contemporâneo. Atualmente está na parte nove, JojoLands, mas as mais conhecidas no ocidente são aquelas que já se tornaram anime, ou seja, até Sone Ocean (a parte seis).

E a ambientação, tão importante para Araki, também ajudou no sucesso da obra. Isso porque, a extravagância das roupas, das poses e a personalidade que mesmo personagens secundários tinham (não sendo apenas “sparring” dos principais), chamava atenção.

Referências do rock 

Primeiramente, vamos falar um pouco sobre as referências que ele tirou do rock. Para começar, temos personagens e stands (as habilidades únicas do universo), como por exemplo:

  • Dio Brando – Ronnie James Dio, ex-vocal do Black Sabbath e da banda Dio; 
  • Red Hot Chilli Pepper – stand com nome homônimo da banda estadunidense; 
  • Santana, Wamuu, Esidisi and Kars – os quatro homens do pilar da fase “Battle Tendency” são inspirados no músico Carlos Santana e nas bandas Wham!, AC/DC e The Cars; 
  • Crazy Diamond e Echoes – stands de Josuke e Koichi são referências as músicas do Pink Floyd. 

3 dos homens dos pilares; da esquerda para a direita: Wamuu, Kars e Esidisi

Agora, os próprios personagens também contam com inspirações em artistas. Por exemplo: o próprio Josuke foi inspirado no cantor Prince. Já Yoshikage Kira é inspirado no cantor David Bowie.

Cultura pop 

Ao longo da história, também temos referências diretas principalmente a filmes e atores que marcaram a história do cinema. O principal exemplo sem dúvida nenhuma é Jotaro Joestar, que Araki se baseou em Clint Eastwood. Essa referência vem principalmente de seus filmes de faroeste, do qual o mangaká é fã.

Jotaro Kujo: criado inspirado nos muitos personagens de Clint Eastwood

Além disso, ao longo da história temos referências diretas a filmes como Alien, o 8º Passageiro, O Iluminado, A Bolha, Lawrence da Arábia, O Poderoso Chefão, entre muitos outros.

A moda em Jojo’s Bizarre Adventure 

Por fim, deixamos a parte da moda, pois sem dúvida é a mais impactante de todas. Primeiramente podemos colocar os exemplos vistos nas primeiras temporadas, como as roupas usadas em Phanton Blood, que são do século XIX. Já quando temos o salto temporal para a segunda fase, temos já a moda ocidentalizada, inclusive pela história ocorrer em Nova Iorque.

Já na terceira fase, temos elementos do punk, especialmente nas roupas de Jotaro. E isso segue até a atual nona fase do mangá.

Só que no caso da moda, Araki foi muito além, pois as referências são base do que ficou conhecido como “Jojo Pose”. Uma das marcas do mangá são as poses extravagantes dos protagonistas, mas o que talvez muitos não saibam é que boa parte delas vêm de revistas de moda como Vogue e Haute Couture, além de catálogos da Versace.

Um dos exemplos mais interessantes é uma polaroid de Dio Brando na terceira temporada. Ela foi inspirada na capa da Haute Couture de 1984 de Nina Ricci por Toni Viramontes, famoso ilustrador que trabalhou com diversas grandes marcas.

A capa da Haute Couture e a imagem de Dio Brando no mangá

Temos ainda dezenas de referências, especialmente nas capas. Outro que podemos citar é da capa da edição 42, em que Josuke faz referência a uma foto da Versace, tirada por Bruce Weber do modelo John Hanrahan.

O mundo da moda descobre Jojo’s Bizarre Adventure: as parcerias de marcas com o mangá 

Essas referências e inspirações que Hirohiko Araki usa em sua obra começaram a chamar a atenção de grandes marcas do mundo da moda, o que começou a render diversas parcerias de Jojo’s Bizarre Adventure com elas.

Ainda assim, demorou até 2010 para que isso ocorresse e foi com uma grife de roupas masculinas. Essa parceria rendeu broches em formato de joaninha, assim como os do protagonista da quinta temporada Giorno Giovanna; gravatas inspiradas no vilão Yoshikage Kira, que aparece na quarta temporada; e cintos inspirados no de Joseph Joestar, o segundo protagonista da série.

Agora, vamos destacar aqui algumas das parcerias com marcas internacionais:

1 – Gucci 

A marca italiana é até hoje a grande parceira do mangá. Com ela, foram diversas colaborações, inclusive com produções de one-shots (mangás de histórias únicas), confiram:

  • One-shot coleção Outono/Inverno 2011/2012 – ele foi publicado na revista de moda japonesa Spur com diversos personagens vestindo looks desta coleção;
  • 30 anos de carreira de Araki e 90 anos de fundação da GUCCI – ainda no ano de 2011, tivemos a segunda colaboração (que também esteve estampada na revista Spur) com uma capa e um editorial de 16 páginas para comemorar a data. Aqui a estrela foi Rohan Kishibe, que apareceu usando roupas da coleção de outono/inverno da grife italiana. Além disso, a própria GUCCI chegou a decorar suas lojas com os desenhos resultados dessa parceria;
  • GUCCI X JOJO – este foi o nome da colaboração de 2013. E desta vez, a estrela foi Jolyne Kujo, única protagonista feminina da franquia até hoje. Além das artes, Araki também criou um mangá one-shot publicado novamente na Spur e nomeado de “Jolyne, Fly High with GUCCI”. A diferença é que dessa vez suas artes não ficaram restritas ao Japão, sendo expostas em mais de 70 lojas GUCCI ao redor do mundo.

Capa do One-shot protagonizado por Jolyne

2 – Bvlgari 

De 2017, a parceria ganhou o título de “BVLGARI & Hirohiko Araki Japan-limited Capsule Collection” em que o próprio mangaká desenvolveu os acessórios baseados no stand “Killer Queen”.

Anúncio Bvlgari no Japão

Foram bolsas, sacolas, chaveiros, pulseiras e até cachecois que ele teve total liberdade criativa.  

3 – Vans 

Foi uma parceria que rendeu tênis inspirados na temporada Golden Wind. Os modelos têm como referência dois dos principais personagens dessa saga: Giorno Giovanna e Bruno Bucciarati. O destaque fica para a caixa deles, que recebeu uma customização idealizada pelo mangaká.

Aprenda sobre mangá e desenho de moda na ABRA 

Conhecia essas inspirações por trás de Jojo’s Bizarre Adventure? Ou mesmo como o mundo da moda soube aproveitar tão bem o sucesso do mangá? Pois saiba que você pode aprender tudo isso aqui na ABRA! Aqui temos tanto curso de “Fanart Mangá Iniciante“, como curso “Desenho de Moda“. No voltado para os quadrinhos japoneses, ensinaremos os fundamentos do desenho já voltado para este segmento, assim como a forma de emular seu mangaká favorito.

Já naquele voltado para moda, além dos fundamentos do desenho, você também aprenderá o desenho estilizado da figura, roupas e acessórios, aplicando volume e textura e finalizando com o desenho planificado para confecção.

Acesse os links e saiba mais!

Autoria: Departamento de Pesquisa e Cultura ABRA

×

Curioso(a) para desvendar os segredos da Inteligência Artística? Nosso e-book exclusivo, "EXPLORANDO O MUNDO DA IA - INTELIGÊNCIA ARTÍSTICA," está repleto de insights e conhecimentos profundos sobre como a IA está transformando o cenário artístico.

Queremos compartilhar esse tesouro de informações com você!

Basta preencher o formulário abaixo para baixar o e-book e começar a jornada de descoberta:

Mas espere, há mais! Além de receber seu e-book, convidamos você a mergulhar em nossos cursos que abrangem a interseção empolgante entre a criatividade e a IA. Prepare-se para expandir seus horizontes e criar de maneira inovadora.

Não perca a oportunidade de explorar a IA e suas possibilidades artísticas. Preencha o formulário e desbloqueie o acesso ao e-book e ao mundo de criatividade que o espera!

×

Regulamento da Campanha – ABRA.ia – Inteligência Artística

ABRA IA – Inteligência Artística

Em uma era digital mergulhe na sua criatividade
Período 01/08/2023 até 30/09/2023

 

1. Bolsas de estudo integrais para indicações:

Os participantes que comprarem um curso presencial e indicarem outra pessoa que também efetuar a compra de um curso presencial serão elegíveis para receber uma bolsa de estudo integral para um curso rápido de sua escolha de acordo com disponibilidade de vagas e datas de início.
Tanto o participante que realizou a indicação quanto o indicado à bolsa de estudo. A bolsa de estudos será concedida após a confirmação do pagamento e matrícula dos dois participantes indicados. Os ganhadores receberão um comunicado da escola informando a disponibilidade da bolsa, assim como os cursos disponíveis e datas de início para a escolha. 

 

2. Compre e Leve: curso de História da Arte online:

Os participantes que adquirirem o Kit de material da ABRA terão como brinde um curso online de História da Arte. O curso online será disponibilizado em até 3 dias úteis após a confirmação do pagamento do Kit de material, a) caso a aquisição seja de um curso de história da arte, deve ser oferecido outro curso equivalente.

 

3. Desconto de 60% em todos os cursos online:

Durante o período da campanha, todos os cursos online terão um desconto de 60% sobre o valor regular.Os participantes poderão se inscrever em quantos cursos online desejarem com o
desconto aplicado. 

 

4. Compre um curso e ganhe outro:

Os 200 primeiros participantes que adquirirem cursos online, terão como brinde acesso a um segundo curso à sua escolha que deverá seguir alguns critérios que são: a) é limitado a 1 curso por pessoa b) a campanha se estenderá até atingir o número de pessoas da estipulado, não tendo prazo definido para encerramento c) caso no período de 60 dias correspondentes a campanha não atinja a quantidade de 200 participantes todos que adquiriram serão contemplados d) é de responsabilidade do participante acompanhar seu e-mail para receber as informações relativas à campanha e) a ABRA não se responsabiliza com a perda de informações enviadas f) o participante que não enviar a opção de curso até a data estabelecida terá seu benefício cancelado. g) o e-mail solicitando a escolha do seu próximo curso será enviado em até 7 dias úteis após a confirmação do pagamento do primeiro curso, através do e-mail disponibilizado na hora da compra h)O acesso ao segundo curso só será disponibilizado após o envio da escolha do curso que siga os critérios descritos neste parágrafo. i) o
prazo para receber o acesso dos cursos é 30/09/2023 j) lista com todos os ganhadores será disponibilizada apenas no fim da campanha. É de responsabilidade do participante acompanhar seu e-mail para receber as informações relativas à campanha. O prazo de resgate da oferta é de 60 dias.

 

5. Bolsa integral de curso online para ação social:

A cada curso presencial adquirido, a ABRA vai disponibilizar uma bolsa integral do curso online História da Arte para um aluno matriculado na rede estadual de ensino médio. A seleção dos alunos beneficiados será realizada em parceria com instituições de educação parceiras. As bolsas serão disponibilizadas ao final da campanha para a instituição de ensino escolhida.