Limites da Atuação do Designer de Interiores - Academia Brasileira de Arte Academia Brasileira de Arte -
Artigos

Limites da Atuação do Designer de Interiores

Em momentos de tantas mudanças neste ano de 2020, quero compartilhar a minha felicidade ao lembrar que se passaram duas décadas desde a primeira turma de alunos que formei na Academia Brasileira de Arte, ou ABRA, como é mais conhecida. A sensação é de que tempo não passou. Os alunos se tornaram técnicos e estudiosos da ergonomia, das proporções, da estética de ambientes, materiais e revestimentos, iluminação, paisagismo. Era uma nova profissão surgindo, o Design de Interiores.

O termo em inglês apareceu na história do Brasil no início dos anos de 1960, mas ganhou força e notoriedade em 1999 com o reconhecimento do profissional de nível técnico, e mais tarde, em 2016, quando a Lei Nacional 13.369 regulamentou a profissão.

Como tantas outras profissões, essa também tem seus desafios e limites.

Afinal, onde o Designer de Interiores pode atuar?

O profissional desta área está apto a projetar ambientes de cunho residencial e comercial seguindo normas técnicas, aplicando o seu conhecimento de acústica, conforto térmico, harmonia de cores e objetos, idealizar e executar projetos luminotécnicos adequando a luz ao seu melhor uso nos espaços trabalhados, etc.

O campo de atuação desse profissional é vasto, interessante e desafiador!

previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow
Slider

Mesmo sem poder interferir na estrutura das edificações, implicando em não ter autonomia para demolir paredes e/ou modificar portas e janelas, ou ainda alterar infraestrutura dos sistemas existentes como hidro sanitário e elétrico, pois isso cabe a outros profissionais parceiros como arquitetos e engenheiros.

Mas é o designer de interiores que realiza sonhos quando transforma residências em verdadeiros cenários do bem viver. É o seu envolvimento com os projetos de marcenaria, o uso de detalhes em gesso, escolha de móveis, aquisição de objetos que harmonizem com os ambientes que tornam o Designer de Interiores um profissional tão procurado, que proporciona conforto e qualidade de vida ao seu cliente.

E tenha sempre em mente que:

A união e a parceria com arquitetos e engenheiros geram grandes resultados ao mercado imobiliário, visto que cada profissão atua em campos diferentes, porém ajustam-se nas suas respectivas interfaces.

O designer de interiores pode, e deve, se considerar um profissional privilegiado por trabalhar com as transformações de ambientes e consequentemente das vidas de seus usuários.

Sou orgulhoso de seguir formando profissionais de qualidade!

Prof. Rodrigo Zaniolo

Gostou das dicas acima? Conheça mais sobre os nossos cursos em Design de Interiores.

// Conheça nossos Curso EAD abaixo:

// Conheça nossos Cursos Presenciais abaixo:

ABRA – Academia Brasileira de Arte.

Enviar mensagem
Ei, estamos no Whatsapp!